Quais reparos são de responsabilidade do Inquilino
7 min
Criado por Monique Tartas em 15/09/2020 16:27
Atualizado por Monique Tartas em 21/09/2020 09:51

 

Basicamente a Lei do Inquilinato responsabiliza o inquilino pelo reparo de danos causados pelo uso, durante o período de locação.

Mas nós sabemos que não é tão simples quanto parece e que, na prática, podem surgir algumas dúvidas.

Por isso, elencamos abaixo alguns exemplos que podem ajudar a entender essa :


ELÉTRICOS

  • Ar condicionado / Aquecedores: realizar a limpeza e manutenção periódica do aparelho durante a locação (troca de pilhas, filtros, mangueiras, flexíveis, diafragmas, limpeza, regulagem, etc) e providenciar reparos necessários devido ao uso inadequado.
  • Chuveiro: realizar a manutenção do equipamento, trocando a resistência e desobstruir o chuveiro quando necessário.
  • Eletrodomésticos: manter a limpeza e o bom estado de conservação de todos os eletrodomésticos que compõem o imóvel, providenciando reparos de problemas decorrentes do uso inadequado ou de desgastes naturais do tempo.
  • Fiação Elétrica e Disjuntores: realizar o conserto da fiação elétrica quando o problema for causado pelo uso inadequado de equipamentos com potência superior à rede elétrica do imóvel.
  • Falta de Energia: entrar em contato com a empresa de energia (RGE) para certificar se houve interrupção no fornecimento local por motivo de reparos ou manutenções da própria empresa. Solicitar reparos com a empresa fornecedora de energia quando necessário.
  • Lâmpadas: trocar lâmpadas que apresentarem defeito durante a locação, assim como instalar soquetes e luminárias quando necessário.
  • Tomadas, Interruptores e Pontos de Luz: providenciar o reparo do mau funcionamento decorrente do desgaste natural do tempo e a substituição no caso de dano durante o seu manuseio ou mudanças na instalação.

ESTRUTURA

  • Aberturas: realizar o conserto de problemas em dobradiças, portas e janelas.
  • Chaves e Tags: fazer cópias de chaves e tags quando necessário, assim como realizar a troca das mesmas quando apresentado mau funcionamento.
  • Controles: fazer as cópias necessárias para a sua própria utilização da garagem, assim como realizar a troca de pilhas e providenciar o reparo ou a substituição do mesmo caso apresente alguma outra falha.
  • Calhas: manter a limpeza de calhas externas desobstruindo de folhas e sujeiras que podem provocar entupimento e, consequentemente, possível infiltração no imóvel.
  • Fechaduras: trocar os miolos das fechaduras do imóvel assim que locado para garantir a sua própria segurança e, quando identificado algum problema, também realizar o conserto ou a troca por fechaduras do mesmo padrão.
  • Goteiras: realizar o reparo caso sejam decorrentes da quebra acidental ou não de telhas ou devido a falta de manutenção das calhas.
  • Interfones: realizar a troca ou o conserto do aparelho da unidade quando identificado algum problema natural decorrente do uso.
  • Parede: realizar a limpeza periódica das paredes mais suscetíveis ao mofo por excesso de umidade e realizar reparos em locais que tenham sido danificados por algum tipo de impacto.
  • Persianas: manter a limpeza das persianas e reparar danos naturalmente causados pelo uso.
  • Pintura: manter conservada a pintura de todo o imóvel, realizando retoques sempre que necessário.
  • Pisos: trocar cerâmicas, azulejos e porcelanatos que forem lascados ou quebrados acidentalmente. O material deve estar de acordo com o padrão já utilizado no imóvel.
  • Portão: manter sua conservação estética e seu bom funcionamento realizando reparos quando necessário.
  • Telhado: substituir telhas que possam ter sido quebradas acidentalmente ou por falta de manutenção ou limpeza.

GÁS

  • Aquecedor a Gás / Junker: realizar manutenção periódica do equipamento, mantendo a limpeza e trocando pilhas quando necessário, assim como realizar o reparo de danos provocados pelo uso.
  • Falta de gás: reabastecer o botijão ou, caso haja gás central, entrar em contato com a empresa fornecedora para relatar o problema.
  • Vazamento de gás: identificar o vazamento e reparar utilizado botijão de gás.

HIDRÁULICO

  • Caixa de Gordura: fazer a limpeza periódica da caixa de gordura, sendo em apartamentos a cada 3 meses, em casa a cada 6 meses ou mensalmente em imóveis comerciais .
  • Entupimento da Fossa: providenciar o desentupimento e o reparo de danos provocados a terceiros.
  • Entupimento de Vaso Sanitário: providenciar o reparo assim que detectado o problema.
  • Entupimento da Pia: providenciar a limpeza necessária para resolver o problema.
  • Falta de Água: entrar em contato com a empresa responsável (Corsan) para verificar a existência de possíveis serviços de manutenção que estejam comprometendo o abastecimento local. Solicitar reparos na tubulação quando necessário.
  • Hidra do Vaso Sanitário: providenciar a troca ou o conserto quando a hidra apresentar problemas decorrentes do uso constante.
  • Vazamento Externo: realizar o conserto ou troca de todo o encanamento externo que estiver apresentando vazamento, tais como, sifões e canos de pias, tanques e vasos sanitários, por exemplo.
  • Torneiras: realizar o conserto ou a troca de torneiras que apresentarem defeitos, de preferência na mesma marca e modelo ou, não existindo essa possibilidade, por uma de mesmo padrão.

OUTROS

  • Área Externa: realizar a manutenção e limpeza periódica da área externa do imóvel (sacadas, terraços, pátio, jardins), manter a pintura de muros e grades, assim como o pleno funcionamento de portões.
  • Acessórios: substituir qualquer acessório que possa ter sido quebrado durante a locação por outro do mesmo modelo ou padrão.
  • Dedetização: dedetizar o imóvel quando a infestação de insetos ocorrer após o início da locação.
  • Vidraçaria: realizar a troca de vidros quebrados ou trincados durante a locação.